Victoria Romanovna

Fonte: Monarquia Wiki
(Redirecionado de Rebecca Virginia Bettarini)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Victoria Romanovna
Victoria Romanovna
Pseudônimo(s) Georgina Perosch
Nascimento Rebecca Virginia Bettarini
1982-05-18
Roma
Cidadania Itália
Progenitores
  • Roberto Bettarini
  • Carla Bettarini
Cônjuge Jorge Mikhailovich da Rússia
Filho(s) Alexandre Georgievich Romanov
Alma mater
  • Geographic Institute Agustín Codazzi
Ocupação escritor, empresário

Victoria Romanovna (Rebecca Virginia Bettarini; Roma 18 de maio de 1982) é uma empresaria e filantropa italiana. É um membro da Dinastia Romanov por seu casamento com Jorge Mikhailovich Romanov, herdeiro dos direitos dinásticos ao trono da Rússia.

Nascimento e infância[editar | editar código-fonte]

A princesa Victoria nasceu Rebecca Virginia Bettarini em Roma, em 18 de maio de 1982, filha de Carla Virginia Cacciatore e Roberto Amedeo Simeone Bettarini. Seu pai, um diplomata italiano que serviu como embaixador em Luxemburgo e na Bélgica, foi nomeado cavaleiro da Ordem Imperial de Santa Ana e recebeu nobreza hereditária da Grã-Duquesa Maria Vladimirovna da Rússia por seu apoio na construção da Igreja Ortodoxa Russa de Santa Catarina em Roma. Sua mãe era filantropa e fundadora de instituições de caridade.

A princesa Vitória passou a infância em Paris e Veneza antes de se mudar para Bagdá em 1988. Ela e sua mãe retornaram a Roma em agosto de 1991, quando o exército iraquiano invadiu o Kuwait. Seu pai, que servia como encarregado de negócios italiano, permaneceu em Bagdá até janeiro de 1992 para ajudar a evacuar os cidadãos italianos e fechar a embaixada italiana.

Formação[editar | editar código-fonte]

De 1991 a 1993 frequentou a escola em Roma. Em junho de 1993, seu pai foi nomeado Cônsul Geral da Itália na Venezuela. A família mudou-se para Caracas, onde a Princesa Vitória frequentou a Escola Agustín Codazzi. Em 1996 a família mudou-se para Bruxelas, onde frequentou uma das Escolas Europeias e se formou em 2000.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Em 2017, a Princesa Vitória iniciou um relacionamento com o seu amigo de infância, o Grão-Duque Jorge Mikhailovich da Rússia, filho do Príncipe Francisco Guilherme da Prússia e da Grã-Duquesa Maria Vladimirovna da Rússia. Em 14 de setembro de 2020, de acordo com a tradição Romanov, o Grão-Duque Jorge enviou um pedido formal à sua mãe para permitir que ele se casasse com Vitória. A Grã-Duquesa Maria concedeu permissão para o casamento em 27 de setembro de 2020. Um serviço de noivado foi realizado em 24 de janeiro de 2021 na Catedral da Santíssima Trindade, no Mosteiro de Ipatievsky.

O casal se casou em uma cerimônia civil em Moscou em 24 de setembro de 2021, após receber a bênção do Patriarca Kirill de Moscou. Após seu casamento, considerado morganático, ela recebeu de sua sogra o título e o estilo de Sua Alteza Sereníssima, a Princesa Vitória Romanovna.

Uma recepção foi realizada no dia 30 de setembro de 2021 no Palácio Vladimir. Em 1º de outubro de 2021, o casal se casou em cerimônia religiosa presidida pelo Metropolita Barsanófio de São Petersburgo e Ladoga na Catedral de Santo Isaac. Os convidados do casamento incluíram Hélène Kirby, Condessa Dvinskaya; Czar Simeão II da Bulgária e Czar Margarida da Bulgária; Boris, Príncipe de Turnovo e Miriam, Princesa Viúva de Turnovo; Rei Faud II do Egito ; Muhammad Ali, príncipe de Sa'id e Noal, princesa de Sa'id, entre outros.

Após a cerimônia religiosa, a Princesa Vitória e o Grão-Duque George participaram de uma recepção na Ilha Vasilievsky e de uma gala no Museu Russo. No dia seguinte, 2 de outubro de 2021, eles ofereceram um brunch no Palácio Constantino. O casamento foi o primeiro casamento real realizado na Rússia em mais de um século, desde a Revolução Russa.

Em 22 de maio de 2022, a Casa Imperial da Rússia anunciou que a Princesa Vitória estava esperando seu primeiro filho no outono. Mais tarde, em 21 de julho, a Casa Imperial Russa anunciou que o casal estava esperando um filho.

O Grão-Duque e a Princesa Vitória tiveram um filho, nascido em Moscou em 21 de outubro de 2022, chamado Alexander Georgievich Romanov. A grã-duquesa Maria Vladimirovna, chefe da Casa Imperial da Rússia, anunciou que seu primeiro neto seria conhecido como "Sua Alteza Serena , o Príncipe Alexander Georgievich Romanov".

Religião[editar | editar código-fonte]

Em 2019, a Princesa Vitória começou a estudar a fé ortodoxa russa sob a orientação do Arcebispo Kyrill de São Francisco e da América Ocidental. Em 12 de julho de 2020, ele se converteu do catolicismo à ortodoxia em uma cerimônia na Catedral dos Santos Pedro e Paulo, São Petersburgo, oficiada pelo Metropolita Barsanuphius de São Petersburgo e Ladoga e pelo Arcipreste Alexander Tkachenko. Ela adotou o nome de Vitória, em homenagem a Santa Vitória e à Imperatriz Alexandra Feodorovna.

Em 2020, a Princesa Vitória foi nomeada Dama da Ordem Imperial de Santa Anastasia, a Santa Grande Mártir Libertadora de Cativos pela Grã-Duquesa Maria pelos seus esforços humanitários e obras de caridade. Ela também foi nomeada Dama da Sagrada Ordem Militar Constantiniana de São Jorge pelo Príncipe Carlos de Bourbon-Duas Sicílias, Duque de Castro.

Título e tratamentos[editar | editar código-fonte]

  • 18 de maio de 1982 - 12 de julho de 2020: Senhorita Rebecca Virginia Bettarini
  • 12 de julho de 2020 - 24 de setembro de 2021: Senhorita Rebecca Victoria Románova
  • 24 de setembro de 2021 - presente: Sua Alteza Sereníssima Princesa Victoria Romanovna.

Referências