Alexandre III da Rússia

Fonte: Monarquia Wiki
Alexandre III
Alexandre III da Rússia
Imperador da Rússia
Reinado 13 de março de 1881
a 1 de novembro de 1894
Coroação 27 de maio de 1883
Antecessor(a) Alexandre II
Sucessor(a) Nicolau II
 
Nascimento 10 de março de 1845
  Palácio de Inverno, São Petersburgo, Rússia
Morte 1 de novembro de 1894 (49 anos)
  Livadia, Crimeia, Rússia
Sepultado em 18 de novembro de 1894
Catedral de Pedro e Paulo, São Petersburgo, Rússia
Nome completo  
Alexandre Alexandrovich Romanov
Esposa Dagmar da Dinamarca
Descendência Nicolau II da Rússia
Alexandre Alexandrovich da Rússia
Jorge Alexandrovich da Rússia
Xenia Alexandrovna da Rússia
Miguel Alexandrovich da Rússia
Olga Alexandrovna da Rússia
Casa Holsácia-Gottorp-Romanov
Pai Alexandre II da Rússia
Mãe Maria de Hesse e Reno
Religião Ortodoxa Russa
Assinatura Assinatura de Alexandre III

Alexandre III (russo: Алекса́ндр III Алекса́ндрович; 10 de março de 1845 - 1 de novembro de 1894) foi imperador da Rússia, rei do Congresso da Polônia e grão-duque da Finlândia de 13 de março de 1881 até sua morte em 1894. Ele era altamente reacionário e reverteu algumas das reformas liberais de seu pai, Alexandre II da Rússia. Esta política é conhecida na Rússia como "contra-reformas" (russo: контрреформы). Sob a influência de Konstantin Pobedonostsev (1827–1907), ele se opôs a qualquer reforma que limitasse seu regime autocrático. Durante seu reinado, a Rússia não travou grandes guerras; ele, portanto, passou a ser conhecido como "O Pacificador"

Fora da política, Alexander também era conhecido por uma aparência marcante, com um historiador americano observando mais tarde como ele se destacava por ser um "homem alto e corpulento, de enorme força muscular". A maior conquista da política externa de Alexander foi ajudar a forjar a Aliança Russo-Francesa e, assim, direcionar uma grande mudança nas relações internacionais da sociedade russa que durou décadas. Seu legado político representou um desafio direto à ordem cultural europeia estabelecida pelo estadista alemão Otto von Bismarck, misturando influências russas com os equilíbrios de poder inconstantes.

O longo e complexo legado de Alexander foi comemorado em instalações públicas em várias nações; um exemplo notável fora da Rússia é a Ponte Alexandre III, com aquela ponte ornamentada em arco que atravessa o Sena em Paris, França.

Referências

Notas